“Vou te pegar, se você for mulher vem aqui”, disse a suspeita de matar a prima em Piúma através de mensagens

Indicativo de crime passional: matou no calor da confusão, mas havia provocações de ambas as partes antes da briga fatal

A primeira informação relacionada ao assassinato da jovem Thaylane Nunes Silva, 18 anos, morta com uma facada no coração, terça-feira, 17, na Rua Manoel Português, no bairro Tamarindo, em Piúma era que a vítima havia recebido uma mensagem de texto dizendo que o pai do seu filho havia deixado a prisão. O pai do e filho é Bruno Fabiano Romão, que se encontra preso. Thaylane teria ido verificar no Beco onde o presidiário residia e chegando lá foi esfaqueada. Esta versão a Polícia Civil não confirma, após ouvir alguns depoimentos de testemunhas.

O jornal ouviu na delegacia da esposa de Gaguinho, irmão de Thaylane que, o pivor da briga que culminou com a morte da jovem teria sido o ex-namorado da autora que, enviara uma mensagem a vítima dando uma cantada nela e a autora do crime teria visto a referida mensagem e não gostou. E daí começou o clima esquentar.

A polícia acredita que Thaylane tenha contado uma versão em casa que iria ao Beco porque o pai do seu bebê estaria solto, mas, ela pode ter ido ao local porque já estava rolando provocações de ambas as partes em mensagens de textos. “Se você for mulher vem aqui, vou te pegar”, algo nesta linha.

Uma versão contada a Polícia Civil – PC é que Thaylane teria ido ao beco na casa da amiga R, que também é amiga da autora do crime T que estava na mesma casa.

Segundo a PC, a mãe da vítima viu tudo e não conseguiu evitar o assassinato da filha. Ela teria acompanhado Thaylane ao Beco porque sentia que poderia haver algum problema e houve. As duas primas começaram uma discussão por causa de J, que já teria ficado com Thaylane e namorou a autora. Elas entraram em briga corporal. Mas já estavam se engalfinhando pelo WhatsApp, uma dizia para a outra que era melhor na cama, que sabia fazer mais gostoso. E as provocações continuaram do tipo: “Vou te pegar, se você for mulher vem aqui”… “Já tinha briga antes por causa do J. A T é ex de J. e Thaylane chegou a ficar com J, mas não namorou”, disse à polícia.

A faca ninguém sabe como ela apareceu no meio da briga. A amiga em comum da autora e da vítima disse que não viu com quem estava a arma branca. Tudo que a PC sabe até o momento é que é uma faca de cozinha e a mesma desapareceu da cena do crime.

A advogada de defesa da autora disse a Polícia que não sabe onde está a sua cliente, porém, a mesma está com medo de aparecer e se entregar.

A delegada de Piúma, dra. Rosane Cysneiro adiantou que o assassinato já tem a autoria confirmada e a tese inicial da investigação é de crime passional, uma vez que elas estavam se afrontando em situação de acusações entre elas por causa de um rapaz. As investigações seguem.

Ainda não há informação sobre o velório.

Fonte: https://www.espiritosantonoticias.com.br/vou-te-pegar-se-voce-for-mulher-vem-aqui-disse-a-suspeita-de-matar-a-prima-em-piuma-atraves-de-mensagens/